Alguns pedem ASKS, outros pedem AVALIAÇÕES. Eu peço dinheiro mesmo.
"- O que minha felicidade significa pra você/
- Minha felicidade!"
Don’t let me down (eu grog)
"Vazio de tudo, tudo vazio
Muito a fazer e nada a ser feito
Já fiz tudo, mas nada deixa de ser tudo.
Apenas um vazio no meio de tudo
Mesmo assim nada tem,
Tudo que tem é nada sem ninguém
O som não é som no vácuo
E o vácuo o que é? É nada!
Do que adianta ter tudo, se de nada adianta
É do nada que o vazio se torna tudo
Mas só pode se ter tudo quando nada se tinha.
E só pode perder quando se tem algo
Tudo, nada, algo, aquilo…
Até que o infinito da imaginação não nos deixe mas pensar."
"Mesmo que os passos sejam pequenos as pegadas deixadas na areia da praia são enormes!"
"Poderia ser apenas mais uma noite, sim poderia. Mas não foi, tudo começou a mudar, você nem sabe que eu estou aqui, mas eu estou. Queria poder mudar meus pensamentos, mudar para um que eu conseguisse entendê-los. Não é fácil, em momento algum é fácil mudar pensamentos, gestos são fáceis de serem mudados, palavras, um sorriso para um choro, mas, bom, pensamentos eles não somem assim de uma hora pra outra.
Queria saber o porquê de está mal assim, o porquê de me sentir mal.
Logo, palavras nunca descrevem sentimentos. Palavras são vãs, são repletas de dificuldades. Um bom exemplo, a palavra coisa: estou sentindo uma coisa; nossa que coisa ruim, que coisa não?; acaba virando até verbo “coisando”. E as pessoas ainda querem que eu explico o que eu estou sentindo.
Seria mais fácil elas entenderem que eu me sinto muito mal, mas consigo sorrir. Não foi compreensível minha atitude pra mim, não entendi mesmo. Fácil seria se a vida não fosse vida e fosse apenas uma onomatopeia. Apenas um som nas palavras, “Slaaash!”; “Booow!”; “Hahaha!”. Ter apenas uma exclamação e não um interrogação. Mas, o que nos diferencia são as palavras, os gestos, com palavras você não consegue ver, apenas consegue imaginar e seu imaginário é 80% falho. Não entendeu? Sua mente “abstrata”, a parte direita do seu cérebro, só consegue configurar 20% de concretismo de qualquer parte imaginária possível. Como assim? Ou seja, se você tentar imaginar uma palhaço de nariz azul você só vê o nariz azul que é uma parte inusitada do palhaço o resto fica desconfigurado. Assim é a vida, não conseguimos fazer tudo que sonhamos, no máximo 20% fazemos os outros 80% temos que inventar de uma forma diferente e é assim que me sinto, faço parte 100% dos 80%.
Nem eu to me compreendendo, mas la no fundo o que eu quero falar, bem la no fundo mesmo é uma coisa que só se entende se imaginar, mas mesmo assim, você não consegue entrar na minha mente. Não! É apenas uma parte que eu guardo, que quero jogar para fora, e não consigo, não sei dizer bem o que é. Não sei dizer o que é, mas eu quero dizer mesmo sem entender coisa alguma.
É uma angustia que passa, um aperto no coração, uma magoa que vai se transformando ao poucos em rancor.
São apenas lembranças reprimidas, como diria o professor Xavier, dos X-Men, e assim, bom assim eu vou seguindo sem saber onde vou e quero levantar voo, quero ir além sem sair do chão, mas quero ir voando. Eu disse que seria difícil de entender."
"

Cuidado com a vivência
São tantos apertos ilógicos
Ela trás consigo a carência
Que mata até quem é lógico

Cuidado com a vivência
Ela te machuca e você não vê,
Mas isso dá experiência
Lógico não é como “TV”

Cuidado!
É tão fácil se ferir
E não tem ninguém do lado
Só tem que resistir

Cuidado! Muito cuidado!

"
"O escuro não existe.
O ódio não existe.
O pecado não existe.
A fome não existe.
A realidade não existe
Mas nada existe."
"É só o vento
Tudo fica tão sem graça, fica tão… tão chato, saber que vai ser essa monotonia até eu te ver de novo. Isso é chato, mas ai em tempo procuro coisas inúteis pra me divertir, como, olhar para os carros la em baixo passeando, as pessoas que mais parecem anões até o vento passar ter graça, balançando as galhas das árvores de um lado para o outro, feito um joão-bobo, tipo eu bem bobo querendo achar graça no vento, sendo que é apenas uma arte que a física explica como o movimento exercido pelo terra sobre a atmosfera. Queria só você do meu lado me beijando…"
Sinto falta das postagem de antigamente… Nutella… vans… bons textos.