"Posso ter vários defeitos, posso ser chato demais, ciumento demais, posso querer você só pra mim, posso ser bem confuso e não entender muito bem meus sentimentos, posso errar demais e que pessoa não erra né? Mais de uma coisa eu sei, que eu não errei quando me apaixonei por você."
"Enquanto ela comia pasta de amendoim, ele ainda estava levantando, com uma cara de quem não tinha acordado ainda. Sentou na mesa e tentou comer, não conseguiu. - Não vai comer? - Ela indagou olhando pro jornal. - Como está a área de empregos? - Luiz fugiu da pergunta com um tom meio estranho mesmo assim continuou sem comer nada e com as mãos entre as pernas - Já falamos sobre isso, você não vai trabalhar em lugar algum enquanto não completar 18 anos.
- “Qual é” mãe, eu já tenho 16 anos, posso votar. Por que não posso trabalhar? - Ela levantando a xícara de café e ainda lendo o jornal na página dos obituários foi bem rígida, - Não é não e ponto final. Eu e seu pai já conversamos sobre isso e ele pensa igual a mim.
Mesmo assim, Luiz, foi pra escola. Cabisbaixo, mas pra la do que pra cá de sono, sem comer. Bom ele era um rapaz até que atraente, 16 anos, alto, 1,86 de altura. Ruivo, andava sempre a pé, usava só uma das alças da mochila. Gostava de brincar como criança as vezes, tirava notas razoáveis, não era um garoto tão popular, tinha lá seus amigos.
Chegou na escola, como sempre, e na aula de esportes quando foi se trocar, bom, ele não voltou. Luiz com ódio do que estava vivendo, se matou, aos 16 anos!"
"

Repentina e fatídica lembrança dos pensamentos que vão é vem
(12/10/13 - Maciel, Matheus Dias °- Coluna diarios-de-um-menin0)

Eu busquei você num olhar onde não havia nada
Aquele, onde qualquer um podeira olhar
Mas do nada veio, de repente, uma bala atravessada
Mas, porque? Assim eu nunca ira para de sangrar.

Sabe aquela noite onde eu te beijei.
Eu lembrei dela e queria te ter
Tudo que aconteceu eu desejei
Apesar de tudo, queria pelo menos te ver

Era ter você no meu simples alcance
Que coisa, mas não foi tão fácil te tirar daqui
Dos meu pensamentos e apertar o botão de avance.
Só queria mais um beijo, bom, e ele nunca senti

É só te tocar, te ter, te sentir,
Só te conseguir, ganhar e beijar.
Colocar um ponto onde não tem e… ir
Pra bem longe onde eu não possa te desejar.

"
"Estou me engando de novo, queria realmente gostar de você, mas vejo que posso está brincado de gostar, não sei o que devo fazer. Quero só o seu bem, pra mim não importa o que eu sinta, mas eu sei que você sente alguma coisa, você já me disse isso! não sei!"
"Você tem de querer. Embora eu queira muito, mesmo eu querendo em dobro, não há como querer por você."
"Seria tão bom se eu soubesse que você sente por mim, tudo o que eu sinto por você."
Harry Potter
"Quando você esta pra cima, seus amigos sabem quem você é. Quando você esta pra baixo, você sabe quem são seus amigos."
"Era pra ser só mais uma manhã, mas nada começa como eu quero, sempre tem alguma coisa diferente. Bom eu queria poder está concentrado em tudo, prestar atenção nas coisas ao redor, mas ao invés disso eu levanto da cama, bato o dedo mindinho no pé da cama e suspiro pra não acordar ninguém.
Bom dia!… Bom dia!… de algumas pessoas soa muito falso, mas quando eu espero algum verdadeiro, sabe, não, de forma alguma, vem. Queria ter um maquina do tempo, pra poder avançar algumas etapas da minha vida, porque afina de contas eu estou no módulo automático mesmo.
Não quero mais paz, quero ser chamado atenção, quero fazer bagunça, quero, sei la, eu quero. Espero que o jogo mude logo, que tudo voltei a ser como era em um lugar diferente, poder sair, poder andar mais, poder ser mais eu."
"Manhãs frias.
Tardes tediosas.
Noites nostálgicas.
Dias vazios."